Notícia do Portal

31/03/2017 08:07 (866 acessos)

Conselho Estadual de Educação discute Novo Ensino Médio com gestores, professores, técnicos e comunidade escolar

Por Avelar Mattos

 

O novo ensino médio foi discutido por gestores das redes públicas e privadas, comunidade escolar e profissionais ligados a educação, durante a realização do Iº Encontro Técnico do Conselho Estadual de Educação (CEE). O encontro, que aconteceu na tarde desta quinta-feira, 30, no auditório da Biblioteca Pública Epifânio Dória, foi aberto pelo Secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho e pela presidente do Conselho, Luana Boamorte.

 

"Parabenizo todos os membros do Conselho Estadual de Educação por promover esse encontro técnico. Com esse ato, o Conselho ratifica a sua responsabilidade social e disposição democrática para discutir um tema importante para o futuro da educação do país e de Sergipe", disse Jorge Carvalho.

 

O secretário lembrou que a reforma do ensino médio sempre mereceu à atenção e o acompanhamento do governo do estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seed).

 

"É um debate antigo. Desde janeiro de 2015 quando assumi a Secretaria que venho debatendo com técnicos do MEC e do Conselho Nacional de Secretários de Educação, as mudanças que deverão ser implementadas no ensino médio", disse Carvalho.

 

Segundo ele, o tema vem sendo debatido desde os governos de Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso, Itamar Franco, Lula e Dilma Rousseff. "Essa reforma é necessária para a educação brasileira. Há mais de 20 anos que se discutem essas mudanças em vários governos. O ensino médio do Brasil é o mais frágil do mundo em atendimento e qualidade", disse o secretário.

 

Debate

 

O secretário foi enfático ao afirmar que o estado de Sergipe apresenta o pior índice do IDEB no ensino médio. "Precisamos refletir com a razão. É necessária uma mudança, uma reação planejada e equilibrada para resolver os problemas do ensino médio. Desde 2015 que acompanho esse debate no Ministério da Educação. Já tivemos algumas mudanças no cargo de ministros, mas nem por isso, alteramos o nosso ponto de vista. A responsabilidade social e educacional deve prevalecer em detrimento às questões partidárias, por isso, defendemos e apoiamos o novo ensino médio brasileiro", disse.

 

 Jorge Carvalho informou aos participantes do Iº Encontro Técnico do Conselho Estadual de Educação, que das 207escolas que oferecem o ensino médio em Sergipe, apenas quatro têm o ensino médio integral: Atheneu, Vitória de Santa Maria, Manoel Messias e Ministro Marco Maciel.

 

"Estamos ampliando em 2017, o número de escolas que passarão a ofertar o ensino médio integral, passando de quatro para 17 unidades de ensino selecionadas, visando atender os dispositivos previstos no Plano Nacional de Educação e no Plano Estadual de Educação", disse.

 

CEE

 

A presidente do Conselho Estadual de Educação, Luana Boamorte, agradeceu a presença de todos e ressaltou que o evento objetiva fortalecer o diálogo entre a sociedade e o Conselho. "É importante promover essa discussão para que possamos tirar dúvidas em relação a Lei 13.415\2017, que estabelece a reforma do ensino médio", disse ao ressaltar que a lei que institui o Novo Ensino Médio terá desdobramentos em todo o Sistema de Educação.

 

O  Iº Encontro Técnico do Conselho Estadual de Educação teve ainda a palestra da professora Gilvânia Guimarães, representante de Sergipe no Grupo de Trabalho (GT) de Ensino Médio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e diretora do Ensino Médio da Secretaria de Estado da Educação.

 

"Uma escola cidadã passa pela pessoa humana. São muitos os desafios do ensino médio. Entre outras ações, a Lei 13.415 determina que os componentes curriculares obrigatórios nesta etapa da Educação Básica sejam definidos pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). É muito importante esse encontro promovido pelo Conselho, que será fundamental para a implementação das mudanças no ensino médio", disse.

 

Como forma de efetivar o processo de inclusão na educação, as intérpretes de Libras Cinthia Magno Santos Leão e Karine Oliveira Menezes Santos estiveram presentes durante todo o encontro, comunicando com o público através da língua de sinais.

 

Presenças

 

 

Também participaram do Encontro Técnico, todos os conselheiros do CEE, o Secretário de Estado da Cultura, Ireneu Fontes, a diretora do Departamento de Educação/Seed, Gabriela Zelice, a diretora da Diretoria de Educação de Aracaju (DEA), Eliane Passos, a diretora do Departamento de Inspeção Escolar, Eliane Borges, a coordenadora do Cogedam,  Simone Paixão, a Secretária Municipal de Educação de Nossa Senhora do Socorro, Marieta Barbosa, diretores de colégios, professores, empresários do setor educacional, técnicos e assessores da Seed.

Voltar à página anterior