Notícia do Portal

23/11/2017 10:59 (806 acessos)

Conselho Estadual de Educação homenageia Luciano Barreto com Diploma de Honra ao Mérito Educacional

A moção de agraciamento foi apresentada pela conselheira estadual de Educação, Eliana Borges, e aprovada por unanimidade pelos demais membros do colegiado em votação realizada na 11ª Sessão Plenária Ordinária deste ano

 

Por Lucas Silva

 

Concedido anualmente a personalidades que se destacam no Sistema de Ensino do Estado de Sergipe, com relevantes serviços prestados à educação, o Diploma de Honra ao Mérito Educacional, instituído pelo Conselho Estadual de Educação (CEE), foi outorgado este ano ao engenheiro civil e empresário Luciano Franco Barreto, diretor-presidente da Construtora Celi, empresa genuinamente sergipana mantenedora do Instituto Luciano Barreto Junior (ILBJ), uma instituição social e educacional atuante há 14 anos na sociedade sergipana.

 

A solenidade oficial de outorga do Diploma de Honra ao Mérito Educacional 2017 foi realizada na noite desta quarta-feira, 22, no Museu da Gente Sergipana, em Aracaju, com a presença do secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho - que representou o governador e o vice-governador do Estado, Jackson Barreto e Belivaldo Chagas, respectivamente -, da presidente do CEE, Luana Boamorte, da presidente do ILBJ, Maria Celi, conselheiros estaduais de Educação e convidados do homenageado.

 

Após apresentar o histórico da honraria, concedida desde 2011, Luana Boamorte destacou que a personalidade distinguida este ano, Luciano Franco Barreto, é um ícone do empresariado, no campo da construção civil, e um "inquestionável animador do campo educacional sergipano com o trabalho prestado no Instituto Luciano Barreto Junior, ao lado de Maria Celi Teixeira".

 

"Coaduno que a educação engloba diversos processos de formação humana e que a experiência dessa área é colhida pela sensibilidade que carregamos, fruto da nossa formação e experiência de vida. Educação, direito de todos, é constituída por aqueles que reconhecem o seu dever em colaborar com a sociedade. O homenageado desta noite, ao abraçar o projeto do seu filho, Luciano Barreto Junior, firma a responsabilidade social de seu legado e deixa relevantes contribuições à educação de nosso Estado", afirmou a presidente do CEE.

 

Reconhecimento

 

A professora Eliana Borges de Azevedo, diretora do Departamento de Inspeção Escolar da Secretaria de Estado da Educação (Dies/Seed) e conselheira estadual de Educação, foi a autora da moção de agraciamento que indicou o nome do empresário Luciano Barreto para receber o Diploma de Honra ao Mérito Educacional deste ano. Em seu discurso, Borges salientou que "não fosse a elevação de espírito do homenageado e a sua capacidade de transformar dor em amor, não teria o Estado de Sergipe habilitado e capacitado para inserção no mundo do trabalho, mais de 12 mil jovens carentes, todos oriundos da escola pública", disse, em referência ao número de jovens entre 14 e 24 anos já atendidos pelo Instituto Luciano Barreto Junior ao longo de sua atuação.

 

Dirigindo-se ao homenageado, Eliana Borges ressaltou que a iniciativa do ILBJ solidifica o entendimento de que educador não se resume ao magistério do professor, "educador é pai, mãe, família e cidadãos que buscam o ensino-aprendizagem no seu dia a dia". "O Instituto Luciano Barreto Junior é exemplo a ser seguido por homens que têm compromisso social. Investir na qualificação do homem por meio da educação, é o crédito que faz vossa senhoria [Luciano Barreto] receber o Diploma de Honra ao Mérito do Conselho Estadual de Educação ao lado de grades educadores", completou a conselheira de Educação.

 

Bastante emocionado, o empresário Luciano Franco Barreto afirmou em seu discurso ser sempre um momento difícil relembrar o legado social de seu filho, Luciano Barreto Junior - que veio a falecer ainda jovem e foi o responsável por conceber o projeto do instituto que leva seu nome. "Estou muito honrado e agradecido pela homenagem. Estou triste, pela saudade do meu filho que partiu, mas alegre por saber que ele plantou uma semente que está crescendo e sendo reconhecida pela sociedade sergipana, por uma instituição tão importante como o Conselho Estadual de Educação", disse.

 

Agraciado em 2016 com o Diplomo de Honra ao Mérito Educacional, o secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, transmitiu ao empresário Luciano Barreto e à sua esposa, Maria Celi, os cumprimentos do governador Jackson Barreto e do vice-governador Belivaldo Chagas, que por compromissos do cargo não puderam prestigiar a outorga do Diploma de Honra ao Mérito Educacional 2017.

 

Jorge Carvalho enfatizou não ter dúvida do acerto do Conselho Estadual de Educação ao aprovar esta homenagem e este reconhecimento ao empresário Luciano Barreto e, por extensão, à Maria Celi, presidente do ILBJ. Segundo afirmou o secretário de Educação, o trabalho cívico, materno e de amor que se realiza no Instituto Luciano Barreto Junior é mais que suficiente para merecer o reconhecimento demonstrado pelo Estado e formalizado pelo CEE, importante órgão que define as diretrizes da política estadual de Educação.

 

"O ILBJ é uma instituição do terceiro setor, que oferece educação não formal, todavia, fundamental para contribuir com a formação de valores morais, cívicos e cidadãos de milhares de jovens sergipanos. Portanto, cabe a cada um de nós aplaudir e reconhecer a criação dessa obra e dizer a Luciano Barreto e Maria Celi: obrigado por vocês existirem e nos terem legado o sonho de Luciano Barreto Junior", disse o secretário Jorge Carvalho.

 

Instituto Luciano Barreto Junior

 

Constituído no dia 23 de janeiro de 2003, o Instituto Luciano Barreto Júnior (ILBJ) objetiva possibilitar a infoinclusão social de adolescentes e jovens sergipanos, tendo como âncora no processo de aprendizagem o projeto "Conectando com a Vida", que, além de conteúdo específico, oferta diversos outros subprojetos, cursos, oficinas e palestras, atividades socioeducativas, artes, intencionando a preparação para o mundo do trabalho e a cidadania. É uma instituição sem fins lucrativos, onde todos os recursos financeiros necessários para a manutenção e implementação das suas ações são providas pela Construtora Celi Ltda, presidida por Luciano Franco Barreto.

 

O Instituto é o resultado concreto do sonho de Luciano Júnior, que via a necessidade de constituir umaentidade para sistematizar e ampliar as ações sociais já realizadas pela empresa. Luciano Júnior partiu sem concretizar suas ideias, mas deixou-as como base para a implantação do Instituto, que hoje reflete seu desejo de fazer uma sociedade mais justa e igualitária. Luciano Franco Barreto assumiu o compromisso de concretizar os sonhos de seu filho, criando, assim, o Instituto Luciano Barreto Júnior, no dia 11 de agosto de 2003.

 

Voltar à página anterior