Notícia do Portal

09/02/2018 07:53 (328 acessos)

Alunos do Ofenísia Freire participam da I Gincana Científica e Recreativa

Evento foi um momento de aprendizado científico e diversão, além de promover a integração das turmas do ensino fundamental e médio

 

Por Ítalo Marcos

 

 

Ensinar e aprender ciência. Esses foram os objetivos da I Gincana Científica e Recreativa do Colégio Estadual Professora Ofenísia Freire, que aconteceu nesta quinta-feira, 8, com a participação dos alunos do ensino fundamental e médio. O evento aconteceu no pátio da escola e envolveu também professores das disciplinas de Química, Física, Matemática, Português, Educação Física e Geografia.

 

Durante toda a manhã os estudantes desenvolveram atividades científicas e recreativas. Foram feitas rodadas de "QR Code" - um jogo que envolve raciocínio lógico -, apresentações de experimentos químicos, rodada de perguntas e respostas com as disciplinas Física, Química, Matemática e Biologia, em uma competição valendo pontos. Houve também exposições científicas nas salas de aula, onde os alunos apresentaram maquetes e explicaram sobre assuntos como Tratamento de Água, Células Vegetais e Animais, Produção de Sabão Orgânico e Óleo de Cozinha, entre outros.

 

De acordo com a professora de Química, Suellen Janaína Cunha, uma das organizadoras da Gincana, o evento foi pensado para ser dinâmico e ao mesmo tempo divertido. "Eles aprendem não somente o conteúdo, mas também a trabalhar em grupo, se envolver com os colegas, interagir. Conseguimos envolver todos nas atividades e unir as diferenças", declarou.

 

A Gincana contou ainda com a presença de alunas do curso de Química - Licenciatura da Universidade Federal de Sergipe (UFS), que fazem parte do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Foi o caso de Danielle Guimarães de Andrade, que explicou que o objetivo foi levar aos alunos a parte prática do que eles veem em sala de aula. "Trouxemos para cá um apunhado de experiências que abrangesse as séries do ensino médio, com conteúdos que eles já estudaram na escola. São experiências sobre densidade, peso, reações de ácidos e bases. A gente espera que os alunos se divirtam e aprendam", disse.

 

Aprendizado

 

A Gincana foi um momento de grande aprendizado e experiência exitosa para os alunos. Com a ajuda de uma maquete, a estudante Sandy Lopes, juntamente com sua equipe, explicou sobre o tratamento da água para o uso doméstico. "É um aprendizado para todos da escola, para vermos a importância da química, biologia, física, dos estudos em geral. Acho muito importante a gente adquirir esses conhecimentos de forma divertida, pois geralmente os jovens acham que essas disciplinas não são necessárias para a vida", afirmou.

 

Vicente Willian também ficou empolgado com a Gincana Científica e destacou que foi um estímulo a mais para os estudos. "Aumenta os nossos conhecimentos, a gente sente mais vontade de estudar de forma interativa e divertida. É uma maneira de diversificar o ensino e acaba trazendo mais informações e auxiliando todos", disse.

 

Já a aluna Andreyna Raianny destacou que essa é uma chance também para que os alunos adquiriram mais pontuação nas disciplinas. "Essa gincana agrega mais conhecimentos não só para a gente, que está participando, mas também para quem está assistindo, que vem aprender. E como as atividades valem ponto, essa é a chance de quem está prejudicado se recuperar nas disciplinas. É bem interessante sair da rotina da sala de aula, aprender de maneira divertida. A gente vai se esforçar mais para adquirir o conhecimento, mas é recompensador", declarou.

Voltar à página anterior