Notícia do Portal

13/06/2018 08:27 (152 acessos)

Seed participa de evento do Unicef sobre estratégias para disseminação do Projeto Redes de Inclusão

Por Ítalo Marcos

 

A Secretaria de Estado da Educação se faz presente no evento promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), sobre as Estratégias para disseminação da metodologia de intervenção do Projeto Redes de Inclusão, nesta terça-feira e quarta-feira (12 e 13), realizado no auditório do Centro Administrativo da Saúde Senador Gilvan Rocha, em Aracaju, com o tema "Estimulação de crianças com alterações no ambiente domiciliar e escolar".

 

A coordenadora do Núcleo de Apoio Psicopedagógico do Serviço de Educação em Direitos Humanos (SEDH/Seed), Sandra Baldin, está participando das diversas oficinas, juntamente com gestores e profissionais de saúde, educação, assistência social, sociedade civil organizada, universidades e famílias de crianças com alterações no desenvolvimento.

 

Segundo Josevanda Franco, diretora do Serviço de Educação em Direitos Humanos, e que também é vice-presidente do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente, a Secretaria de Estado da Educação será multiplicadora na garantia de direitos à educação das crianças com Síndrome Congênita do Zika vírus e outras deficiências.

 

"Em breve essas crianças estarão em nossas redes de ensino e devemos nos preparar para assegurar a todas um atendimento qualificado e adequado às suas necessidades. É um trabalho intersetorial e de articulação com as famílias e a comunidade", disse.

 

Redes de Inclusão

 

O projeto foi concebido com base em ampla consulta a gestores de saúde e da educação, assistência social, organizações não governamentais, universidades e conselhos, e através de pesquisa com familiares de crianças com Zika vírus.

 

Dentre as ações, a rede que engloba as diversas esferas federais, estaduais e municipais, levantou dados e leva uma série de benefícios, tais quais: capacitação dos serviços, união de esforços das várias instituições, criação de comitês intersetoriais do projeto, investimentos em tecnologias de baixo custo, melhoria e fortalecimentos da rede de inclusão, validação de metodologias sobre estimulação de crianças com deficiência e apoio psicossocial. 

Voltar à página anterior