Notícia do Portal

13/06/2018 08:29 (403 acessos)

Sergipe Alfabetiza Mais conclui curso de Formação Continuada para Alfabetizadores-Coordenadores

Ação articulada e intersetorial entre a União, secretarias de Estado e órgãos da administração direta e indireta, municípios e sociedade civil organizada, o programa está presente em 55 municípios sergipanos, com mais de 400 de turmas de alfabetizadores e quase 4 mil alunos alfabetizandos

 

Os coordenadores-alfabetizadores do Sergipe Alfabetiza Mais (AMA) concluíram o último módulo do curso de Formação Continuada oferecido pelo programa no Ciclo 2016/2017, nesta terça-feira, 12. O encontro formativo, realizado em Aracaju pela equipe pedagógica do AMA, objetivou socializar as atividades desenvolvidas nos últimos oito meses com os alfabetizandos e discutir o cumprimento das metas estabelecidas e a efetividade das ações executadas nesse período.

 

O Programa Sergipe Alfabetiza Mais visa a atender ao compromisso do Governo de Sergipe em alfabetizar e dar condições de continuidade de estudos a jovens, adultos e idosos, promovendo uma educação de qualidade social e reduzindo o índice de analfabetismo no Estado. É uma ação articulada e intersetorial entre a União, secretarias de Estado e órgãos da administração direta e indireta, municípios e sociedade civil organizada.

 

Segundo a coordenadora pedagógica do AMA, professora Givelda Araújo, neste módulo de encerramento do Ciclo 2016/2017, os educadores tiveram a oportunidade de discutir a aplicabilidade dos mecanismos didático-pedagógicos inovadores que possibilitaram a melhoria da condição de ensino-aprendizagem e a redução do analfabetismo em Sergipe. Participaram do encontro todos os 62 alfabetizadores-coordenadores das turmas do programa, que contempla 55 municípios sergipanos e aproximadamente quatro mil alunos.

 

"Estamos encerrando este mês o Ciclo de Alfabetização do AMA 2016/2017, iniciado no último mês de setembro, por meio do qual conseguimos alfabetizar mais de 52% dos alfabetizandos que se matricularam no curso. Com isso, para possibilitar a continuidade dos estudos desses alunos, estamos agora articulando com as secretarias municipais de Educação a abertura de turmas escolares na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) para absorver os estudantes egressos do programa", destacou a professora Givelda.

 

De acordo com a gestora local do Sergipe Alfabetiza Mais, a coordenadora do Serviço de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria de Estado da Educação (Seja/Seed), professora Aparecida Nazário, há perspectiva de implantação de um novo ciclo do AMA em 2018, com a oferta de mais quatro mil vagas, tendo como público-alvo alfabetizandos a partir dos 15 anos. "Estamos aguardando somente a liberação do MEC para realizarmos o cadastramento das matrículas", assegurou Nazário.

 

Nos 55 municípios sergipanos que aderiram ao programa, as aulas de alfabetização beneficiaram alfabetizandos com idade a partir dos 15 anos. Os alunos-alfabetizandos receberam um kit escolar com o material necessário para as aulas e os alfabetizadores, por sua vez, receberam um kit específico para desenvolvimento de suas atividades.

 

As aulas do AMA acontecem em escolas, paróquias, associações de moradores, "enfim, nos locais mais próximos das residências daqueles que participarão do programa, como forma de evitarmos a evasão", ressalta Givelda. Ela ressalta que o objetivo do governo estadual é zerar o analfabetismo em Sergipe e oportunizar que todos os cidadãos saibam ler e escrever.

 

Resultados

 

Segundo a coordenadora das turmas do Sergipe Alfabetiza Mais no município de Rosário do Catete, Ana Maria dos Santos, dos 64 alunos-alfabetizandos matriculados no Ciclo 2016/2017, 45 deles foram alfabetizados com êxito. "É muito gratificante podermos verificar que nossos alunos aprenderem a ler e a escrever. Em sua grande maioria, os alunos trabalham durante o dia e se esforçam para à noite irem estudar. Então, o resultado desse processo é nos estimular a fazer esse trabalho".

 

Também certificada no curso de Formação Continuada da AMA, Solange Nascimento, coordenadora das turmas de alfabetização no município de Estância, afirma que as ações do programa são bastante significativas para as pessoas que não tiveram a oportunidade de aprender a ler e escrever na idade certa.

 

"Esse é o quarto Ciclo do programa que eu participo. Iniciei como alfabetizadora, durante dois ciclos, e agora estou concluindo o segundo ciclo de alfabetização como coordenadora. Neste último período conseguimos alfabetizar mais de 50% dos alunos que se matricularam no curso e esperamos que todos eles deem continuidade aos estudos em turmas de EJA", ressaltou Solange.

 

Ao término das atividades, a coordenadora pedagógica do AMA agradeceu a todos pela parceria e trabalhos desenvolvidos com os alunos-alfabetizandos das turmas do programa e aos gestores que apoiam a ideia.

 

 

Voltar à página anterior