Notícia do Portal

05/12/2018 08:35 (116 acessos)

Educação de Jovens e Adultos realiza 48 projetos pedagógicos como práticas educacionais

Por Lívia Lessa

 

O Governo do Estado de Sergipe, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seed), Serviço de Educação de Jovens e Adultos (Seja), este vinculado ao Departamento de Educação (DED), oferta a Educação de Jovens e Adultos (EJA), como parte do processo de alfabetização daqueles por algum motivo deixaram ou nunca frequentaram o ensino regular.  Os alunos participam de diversas atividades educativas, contabilizando um total de 48 projetos pedagógicos.

 

Em Sergipe, de acordo com o censo escolar, 15.923 alunos estão matriculados, sendo 9.577 na modalidade de EJAEM, voltada para o Ensino Médio, e 6.346 na EJAEF, no Ensino Fundamental.  São 108 unidades escolares que oferecem esta modalidade de ensino, distribuídos em 55 municípios circunscritos às Diretorias Regionais de Educação (DRE s) e na Diretoria de Educação de Aracaju.

 

O secretário de estado da Educação, Josué Modesto dos Passos Subrinho avalia a Educação de Jovens e Adultos, por consequência, seus projetos e atividades, como parte pedagógica da polícia de educação de governo na alfabetização e aprendizagem de um público que tem uma demanda diferenciada, que necessita da consideração do histórico de vida, das questões econômicas, da faixa-etária, entre outras. ‘É importante se criar metodologias atraentes e o propósito dos projetos e práticas pedagógicas são ferramentas que, aliadas a um bom planejamento, funcionam como uma forma de estimular o conhecimento”, afirma.

 

Intervenções pedagógicas 

 

Ainda de acordo com informações da chefe do Seja, ao longo do ano letivo os professores realizam diversas atividades e, posteriormente, essas vivências são socializadas. “A pedagogia de projeto é uma forma de estimular o protagonismo e a participação dos estudantes da EJA. Estes alunos demonstram mais interesse e, além disso, é visível que a aprendizagem é significativa”, reconhece.

 

Robson Cardoso Araújo, professor do Colégio Estadual Antônio Fontes Freitas, em Nossa Senhora do Socorro, unidade escolar circunscrita à DRE 8, coordena o projeto intitulado “Preservação e valorização do Patrimônio Público a Partir do Incêndio do Museu Nacional”. Segundo o docente, há uma grande aceitação e participação massiva dos alunos.

 

“Quando se desenvolve ações pedagógicas por meio de projetos, implementa-se a educação significativa, ou seja, parte-se da realidade dos discentes para a contribuição na obtenção do conhecimento científico”, expôs, ao explicar que o projeto viabiliza o tripé: multidisciplinaridade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade.

 

As atividades pedagógicas têm como objetivo fortalecer a política pública da EJA, junto aos educadores da Rede Estadual de Ensino e comunidade escolar. 

 

“Os projetos pedagógicos na EJA são de extrema importância porque possibilitam que os alunos, os quais, em sua maioria trabalhadores, possam adquirir e/ou aprimorar seus conhecimentos de forma ativa, por intermédio de atividades temáticas relacionadas ao seu cotidiano”, afirma o diretor do Colégio Estadual Tobias Barreto, em Tobias Barreto na DRE2, Lindeval Alves da Cruz. De acordo com o gestor, neste semestre a unidade escolar desenvolveu o projeto intitulado “Sempre Viva”, atividade que teve como temática os diversos tipos de violência contra a mulher.

 

A diretora da Seja também destacou que o setor busca oferecer todo apoio e suporte as DREs intensificando a realização de visitas técnicas, promovendo as formações continuadas para os professores e gestores.

 

De acordo com ela, o quadro docente é formado por profissionais envolvidos e comprometidos com a proposta do EJA. “A formação continuada é um momento enriquecedor para os professores. Investir em capacitação para esses profissionais promove uma melhoria na qualidade do ensino”, afirma Maria Aparecida Nazário.  “Para 2019 pretendemos fortalecer a parceria com os munícipios e intensificar a busca ativa de alunos”, complementa.

 

Envolvimento dos alunos

 

Nas culminâncias, exposições e mostra os estudantes apresentam as pesquisas que relatam suas vivências, como também as problemáticas sociais.  Foi o que ocorreu na quarta-feira, 28 de novembro, quando os alunos de oito unidades escolares circunscritas à DRE 2 marcaram presença na Primeira Mostra Pedagógica da EJA, ExpoEJA.

 

O estudante do Colégio Estadual Cleonice Soares da Fonseca, José Lucas Soares, durante o evento, anunciou que os professores da EJA são excelentes profissionais. “O apoio dos nossos mestres é fundamental para o sucesso das atividades”.

 

Na ocasião, Lígia Emídio Santos destacou que a atividade pedagógica permitiu ampliar os conhecimentos. “As pesquisas ajudaram a aprender ainda mais acerca do enfrentamento ao racismo”.  

 

Projetos desenvolvidos

 

Confira a relação dos projetos desenvolvidos e as respectivas diretorias regionais de educação:

 

DRE 1

Unidade Escolar

Projeto

Colégio Estadual Gilson Amado, em Estância

Quebrando Barreiras: violência contra a mulher, idosos e crianças

Colégio Estadual Manoel Bomfim, em Arauá

Participação social na sustentabilidade da água

Colégio Estadual Pedro Balbino, Tomar do Geru

Um mergulho na geografia de Tomar do Geru: a literatura de cordel na compreensão da categoria geográfica

Colégio Estadual Arabela Ribeiro, em Estância

Eu respeito as diferenças

Centro de Referência de Jovens e Adultos Jorge Amado, em Estância

Educação que transforma: empoderamento do povo negro

 

DRE 2

Unidade Escolar

Projeto

Colégio Estadual Sebastião da Fonseca, Poço Verde

Minha cidade tem história

Escola Estadual Dr. Evandro Mendes, em Lagarto

A (in) visibilidade na melhor idade

Colégio Estadual Dom Mário Rino Sivieri, em Lagarto

A viagem cultural à capital sergipana

Colégio Estadual Tobias Barreto, em Tobias Barreto

Projeto Sempre Viva

Colégio Estadual Lourival Fontes, em Riachão dos Dantas

Ritmos Brasileiros

Centro de Referência de Jovens e Adultos Prof. Marcos Ferreira, em Simão Dias

Solidariedade também se aprende na escola. Doe Sangue. Salve Vidas

Colégio Estadual Cleonice Soares da Fonseca, em Boquim

Valorização da Cultura Afro-Brasileira

Colégio Estadual Alencar Cardoso, em Salgado

Somos Todos Afro

 

DRE 3

Unidade Escolar

Projeto

Colégio Estadual Pedro Diniz Goncalves, em Areia Branca

Colheita Saudável Transforma Atitudes

Colégio Estadual Matinho Garcez, em Frei Paulo

Permanência dos alunos na Educação de Jovens eAdultos – O lúdico como proposta de ação motivadora

Colégio Estadual Miguel das Graças, São Miguel do Aleixo

Projeto Horta na Escola e Reciclagem

Colégio Estadual Abdias Bezerra, em Ribeirópolis

Uma ação da educação patrimonial: Colégio Estadual Abdias Bezerra nosso bem cultural

Colégio Estadual Dr. Augusto César Leite, em Itabaiana

Leitura: Por que é tão importante?

Colégio Estadual Dr. Airton Teles, em Itabaiana

Saúde e qualidade de vida

Colégio Estadual Guilherme Campos, em Campo do Brito

Passos para um estilo de vida saudável

Colégio Estadual Josué Passos, em Ribeirópolis

Conferência pelo Meio Ambiente

Colégio Estadual Maria da Glória Costa, em Moita Bonita

Conhecimento e Mercado de Trabalho

Colégio Estadual Joaquim Cardoso, em Malhador

Integrando a Tecnologia à Sala de Aula na turma da EJAEM

Colégio Estadual Padre Mendonça, em Itabaiana

Reciclar é Bom, reutilizar é melhor e reduzir é melhor ainda

 

DRE 4

Unidade Escolar

Projeto

Colégio Estadual Almirante Barroso, em Muribeca

Mãos na massa EJA: autoestima faz bem as mãos

Colégio Estadual Leandro Maciel, em Rosário do Catete

Primeira Mostra Experimental de Física

Colégio Estadual Senador Gonçalo Rollemberg, em Japaratuba

Trilha Ecológica

 

DRE 5

Unidade Escolar

Projeto

Colégio Estadual General Calazans, em Nossa Senhora das Dores, em parceria com o Colégio Estadual José Joaquim Barbosa, em Siriri

Dia da Consciência Negra: Contribuição da Cultura Africana

 

DRE 8

Unidade Escolar

Projeto

Colégio Estadual Dr. Edezio Vieira De Melo, em Santa Rosa de Lima

Consciência Negra

Colégio Estadual Padre Gaspar Lourenço, em São Cristóvão

Comer bem, sem gastar além

Colégio Estadual Alfredo Montes, em Nossa Senhora do Socorro

Somos o que comemos

Colégio Estadual Senador Paulo Sarasate, em São Cristóvão

São Cristóvão, Conhecer e Valorizar

Colégio Estadual Profª Olga Barreto, em São Cristóvão

Alunos ao Trabalho

Colégio Estadual Antônio Fontes Freitas, em São Cristóvão

Preservação e Valorização do Patrimônio Público a partir do incêndio do Museu Nacional

Colégio Estadual Esperidião Monteiro, em Santo Amaro das Brotas

Feira Literária 2018

Centro de Excelência Felisbelo Freire, em Itaporanga D’ Ajuda

As Riquezas de Itaporanga D’ Ajuda

 

DRE 9

Unidade Escolar

Projeto

Colégio Estadual Delmiro de Miranda Britto, em Canindé de São Francisco

Direitos Humanos

Colégio Estadual Cícero Bezerra, em Nossa Senhora da Glória

Todos pela vida! Combate ao suicídio: um caminho possível

Colégio Estadual Maria Montessori, em Feira Nova

O que cada dose significa?

 

DEA

Unidade Escolar

Projeto

Colégio Estadual Severino Uchoa

Educadança e I Festival de Leitura

Escola Estadual Áurea Melo

Mostra Cultural: Semeando Cultura de Paz

Colégio Estadual 11 de Agosto

Lanchando e Aprendendo

Colégio Estadual José Augusto Ferraz

Arte no Muro

Colégio Estadual  Jornalista Paulo Costa

Matemática na Rede Cultural e Mandiba – 100 anos de Nelson Mandela

Colégio Estadual Profª Judite Oliveira

Políticas Afirmativas na Escola Pública: Conhecer os Direitos e Respeitar as Escolhas dos Jovens e Adultos

Colégio Estadual 24 de Outubro

Consciência Negra: Respeitar é preciso

Colégio Estadual Mons. Carlos Carmélio Costa

Cordel Encantado

Voltar à página anterior