Notícia do Portal

06/12/2018 12:40 (308 acessos)

Ensino integral: Secretaria de Educação apresenta relatório de consolidação de mais um ciclo de acompanhamento

 

A equipe do Núcleo Gestor das Escolas de Tempo Integral (NGETI/Departamento de Educação) da Secretaria de Estado da Educação (Seed) expôs nesta quarta-feira, 5, aos diretores regionais de Educação (DRE’s/DEA), ao secretário e ao superintendente executivo da pasta, professores Josué Modesto e Everton Siqueira, respectivamente, o Relatório de Consolidação do 3º Ciclo de Acompanhamento Formativo do Programa Estadual de Ensino Integral Escola Educa Mais.

 

Realizado no Complexo Administrativo e Pedagógico da Seed, em Aracaju, o encontro objetivou analisar as informações e os dados verificados no trabalho de acompanhamento promovido pela Seed e pelo ICE (Instituto de Corresponsabilidade pela Educação), instituição parceira do órgão na formação das equipes docentes e gestoras das 42 Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI) da Rede Estadual.

 

De acordo com a coordenadora do NGETI, professora Mônica Rodrigues, o acompanhamento formativo é realizado bimestralmente e envolve as 17 unidades escolares que iniciaram a implantação do modelo em 2017 e as 25 que iniciaram a implantação do Programa Escola Educa Mais este ano.

 

“Os acompanhamentos consideram a trajetória de cada escola de tempo integral, com foco na verificação dos resultados do Plano de Ação e desdobramentos dos Programas de Ação. Além de recomendar ações contínuas de melhoria, visa também reconhecer e compartilhar boas práticas”, destaca a coordenadora do Núcleo Gestor das Escolas de Tempo Integral, ao ressaltar que esta iniciativa se propõe, ainda, a garantir a consolidação do domínio, entendimento e correta aplicação dos modelos de Gestão e Pedagógico com ênfase na Parte Diversificada.

 

No encontro, os gestores das Diretorias de Educação da Seed puderam conhecer as constatações gerais da implantação do Programa, e Pontos de Atenção, ou seja, aspectos que precisam ser melhorados nas escolas que ofertam a modalidade nos municípios sob suas circunscrições, os quais foram acompanhados de recomendações para atingir as metas e objetivos propostos.

 

Para o secretário Josué Modesto, o ideal seria que o ensino fosse ofertado a todos os estudantes em tempo integral, pois, frisou, a escola deve ser uma instituição que garanta equidade social. “Os resultados apresentados são animadores. O programa Escola Educa Mais conta com apoio do governo, cujo foco de atuação na área da Educação está voltado à formação cidadã dos nossos estudantes”, pontuou.

 

Formação

 

Todos os gestores escolares, coordenadores pedagógicos e administrativos e financeiros dos 25 colégios estaduais que iniciaram, este ano, a implantação do Programa Estadual de Ensino Integral Escola Educa Mais foram capacitados em tecnologia de gestão pedagógica e financeira do modelo de educação integral Escola da Escolha, no qual o aluno é protagonista de seu processo de aprendizagem, que está aliado ao seu projeto de vida.

 

A formação inicial destas equipes foi feita pelo Grupo de Formadores, coordenado pelo NGETI e composto por professores, gestores escolares e coordenadores pedagógicos e administrativos e financeiros dos colégios que iniciaram a implantação do Escola Educa Mais em 2017, os quais se tornaram multiplicadores da formação ofertada pelo ICE.

 

Além da equipe do Núcleo Gestor das Escolas de Tempo Integral, participaram da reunião a diretora do Departamento de Educação, professora Ana Lúcia Lima; e a coordenadora do Serviço de Ensino Médio da Seed, professora Joniely Cruz.

 

Voltar à página anterior