voltar
Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)

Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras: professores passam por capacitação para aplicar as provas

Por Ítalo Marcos
- 27/02/2019 15:20:00
404 acessos imprimir

Alunos interessados em participar da olimpíada podem se inscrever até 2 de abril

 

As inscrições para edição 2019 da Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras (OIMSF), maior olimpíada de Matemática Interclasses do mundo, já estão abertas. A competição é destinada a estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental até o último ano do Ensino Médio, inclusive EJA. Na manhã desta quarta-feira, 27, a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), através do Serviço de Ensino Médio do Departamento de Educação (Semed/DED), promoveu uma capacitação para os professores de matemática que aplicarão as provas na Olimpíada. O treinamento foi realizado no Colégio Estadual Professor Gonçalo Rollemberg Leite, em Aracaju, e foi ministrado pelo coordenador da OIMSF, professor Ozimar Pereira.

 

De acordo com a técnica do Ensino Médio do DED, Jackeline Costa Oliveira, a capacitação teve início na terça-feira, 26, com cerca de 40 professores, e nesta quarta-feira, 27, com mais 40 docentes de todas as Diretorias Regionais de Educação. “Nós sentimos a necessidade de oportunizar aos estudantes e professores conhecerem essa competição. Todos os professores que estão aqui já conhecem a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que é a mais tradicional. Já a Olimpíada Internacional de Matemática Sem Fronteiras dá, aos alunos que conseguirem um bom aproveitamento, a oportunidade de viajar para fora do país para participar de outras competições”, disse.

 

O professor Ozimar Pereira, que é físico de formação, destacou que nos 10 anos de existência da olimpíada, Sergipe é um dos estados que têm menor participação, justamente por falta de uma divulgação adequada por parte da REDE POC (Rede do Programa de Olimpíadas de Conhecimento), responsável pela ação. “Neste ano resolvemos corrigir essa falha e viemos aqui pessoalmente. Em parceria com a Seduc, viemos apresentar aos professores o projeto. A gente sabe que a Matemática é ainda uma área que os estudantes têm um pouco de medo e dificuldade. Essa olimpíada tem um caráter mais lúdico, uma característica diferente e que facilita os estudantes a participarem de outras competições, inclusive a OBMEP, que é a mais importante do Brasil”, afirmou.

 

Incentivo aos alunos

 

Os professores que participaram da capacitação destacaram a importância de incentivar os alunos a participarem dessa competição. Grasiela Alves Correa, professora da Escola Estadual Professor Nestor Carvalho Lima, em Itabaiana destacou que dos 60 alunos sergipanos selecionados na olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), 10 foram da sua unidade de ensino. Alguns deles ganharam também uma bolsa de iniciação científica na área de matemática.

 

“Como essa é uma disciplina sempre temida, acredito que nessa olimpíada eles trabalharão muito a questão do raciocínio lógico. Quando passamos a matemática dessa maneira mais contextualizada, mostramos aos alunos que ela não é um bicho de sete cabeças”, declarou.

 

A mesma opinião foi emitida pela professora Márcia Oliveira Vieira, do Colégio Estadual Professor Gonçalo Rollemberg Leite, em Aracaju. “Os alunos pensam a matemática como aquela disciplina chata, tradicional, que só envolve números. Eles não conseguem trazer para o âmbito mais prático da vida. O bom dessa Olimpíada é que trata essa disciplina de maneira mais lúdica”, disse.

 

Inscrições

 

As inscrições para a Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras são gratuitas para as escolas públicas e deverão ser feitas unicamente pela escola, que designará um professor como coordenador responsável para preencher a ficha de inscrição no site: www.matematicasemfronteiras.org.

 

A inscrição poderá ser feita até às 16h do dia 2 de abril de 2019 e não há limites para a quantidade de classes das escolas interessadas em participar, mas cada classe terá um único time. A competição tem como público-alvo estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental até o último ano do Ensino Médio, inclusive EJA.

 

A Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras é a maior competição educacional interclasses do mundo com participação de mais de 250 mil estudantes em 29 países e 10 idiomas. Foi criada em 1989, pela Academia de Strasbourg , órgão do Ministério de Educação da França , com o objetivo de promover a integração entre os povos do mundo através da Matemática. Além de certificados e medalhas, as classes premiadas serão convidadas a participar de competições e fóruns científicos internacionais.

 

No Brasil, a olimpíada é organizada pela Rede POC (Rede do Programa de Olimpíadas do Conhecimento). As escolas com classes premiadas serão convidadas a representar o Brasil nas seguintes Olimpíadas: Asia International Mathematics Olympiad, que ocorrerá na cidade de Yilan, Taiwan, de 2 a 6 de agosto; World Mathematics Invitational (Fukuoka – Japão), de 15 a 19 de julho; e World Mathenatics Team Championship, em Pequim, na China, de 21 a 25 de novembro.