voltar
Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)

Alunos do Castelo Branco participam das comemorações do Dia Nacional da Consciência Negra

Por Ítalo Marcos
- 20/11/2012 11:34:00
1477 acessos imprimir

O desejo de mudança em relação ao preconceito racial foi expressado nesta terça-feira, 20,  pelos alunos do Colégio Estadual Presidente Castelo Branco. Durante toda a manhã, na data em que se comemora o Dia Nacional da Consciência Negra, foi realizado um grande evento na quadra da unidade de ensino, com diversas exposições e apresentações artísticas e culturais relacionadas à cultura afro.

 

Os estudantes montaram estandes com exposições sobre culinária, religião e personalidades históricas negras, entre outros. Além disso, houve apresentações de capoeira, hip hop, dança afro e uma encenação sobre o Quilombo dos Palmares e a vinda dos negros para o Brasil.

 

De acordo com o diretor do colégio, Marco Aurélio Silva Oliveira, o objetivo do evento é a valorização da história e da cultura negra. "É preciso despertar no aluno essa consciência da valorização do negro na sociedade brasileira. Esses projetos são de grande importância para a educação dos jovens a fim de que eles se tornem cidadãos sem preconceito", disse.

 

A apresentação teatral ficou por conta de uma turma do Mais Educação, que contou um pouco da história da vinda do negro da África para o Brasil. A encenação foi coordenada pela professora Josi Santana, que explicou a importância do projeto. "Estamos passando de forma lúdica a história da vinda do negro para o Brasil. Estamos contanto a história desse povo que construiu a Nação brasileira, mostrando a riqueza da cultura, a história, a força de vontade e a passividade de um povo que foi muito maltratado. Tudo isso ajuda a diminuir a violência e o preconceito", explicou.

 

Quebrando preconceitos

 

Os alunos destacaram a necessidade de eventos como esse para diminuir os preconceitos. "Os negros são responsáveis pela nossa identidade cultural, como culinária, sotaques e religião. É importante fazer este evento no colégio, pois incentiva os alunos a quebrarem os preconceitos",  disse Lucas Yuri, do 3º ano.

 

A mesma opinião foi compartilhada por Paula de Oliveira Santos Silva. "Apesar de eu ser branca, eu não tenho preconceito de cor e acho que é muito importante esse evento para se quebrar o preconceito e o racismo na comunidade escolar".

 

O estudante Leandro de Souza, do 9º ano, disse que esse evento incentiva diminuir o racismo entre os alunos. Já sua colega, Lays Thawanne, estava fazendo apresentação em um estande sobre raças, culturas e dança afro. "Acho importante porque vai conscientizar os alunos de que não deve existir o racismo", afirmou.

 

A professora de História, Carla Cristina Pereira, ressaltou a importância de se comemorar o Dia da Consciência Negra. "Nós sabemos a importância que os negros tiveram no processo de formação do nosso povo. É necessário que a gente sempre busque lembrar isso através de eventos como este, como também tentar cada vez mais lutar por uma sociedade mais igualitária e justa.