Notícia do Portal

07/02/2019 11:16

Alunos do Vitória de Santa Maria doam alimentos e roupas a entidade carente em ação solidária

Eles ainda promoveram uma tarde de lazer e lanche para as crianças do Oratório de Bebé

 

Um momento de muita diversão e lazer. Assim foi a tarde de quarta-feira, 6, para dezenas de crianças do Oratório de Bebé, em Aracaju. A ação foi realizada por alunos do Centro de Excelência Vitoria de Santa Maria, que se mobilizaram e promoveram a doação de alimentos, roupas e realizaram brincadeiras e distribuição de lanches.

 

A iniciativa foi idealizada pela aluna Lorrana Araújo, do 2º ano, que teve a ideia inicial de arrecadar alimentos para as vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais. Ao saber que não seria mais preciso realizar doações, ela então mudou o foco da ação e mobilizou os colegas para doar a alguma instituição carente.

 

“Gosto de ajudar as pessoas, então quis fazer isso também no colégio, pois fiquei sensibilizada. A partir dessa ação, acredito que foi semeada uma sementinha no coração, tanto das crianças que receberam as doações, quanto de cada pessoa que participou como voluntária”, disse Lorrana Araújo.

 

Doação e lazer

 

Durante uma semana, os estudantes, juntamente com os seus familiares, fizeram um trabalho de arrecadação na unidade de ensino e também nas ruas. Ao todo, foram coletados 125 kg de alimentos e 100 peças de roupas. Todo esse material foi doado na tarde de quarta-feira, 6, às crianças carentes do Oratório de Bebé. Para viabilizar a entrega, o diretor da unidade de ensino, Alex Fabiano, providenciou uma van, possibilitando o transporte de tudo o que foi arrecadado até Oratório.

 

Além de receberem a doação, as crianças também foram beneficiadas com uma tarde de muito lazer, com brincadeiras e lanches. Um dos alunos que participaram da ação foi Pablo Apolônio, do 2º ano. Ele disse ter se sentido emocionado ao participar desse momento. “A gente vê que nossos problemas pessoais não se comparam com os de muitas crianças. Algumas não têm o que comer, outras não têm família completa. Algo emocionante foi ver alguns deles nos chamar de tio ou até mesmo de mãe. Nós nos unimos em prol de fazer o bem. Não ganhamos nada, mas só de ver o sorriso no rosto das crianças, isso foi muito significante”, afirmou.

 

O diretor do Centro de Excelência Vitória de Santa Maria, Alex Fabiano, declarou que foi de grande importância o envolvimento dos estudantes nessa atividade beneficente. “É uma demonstração de que, mesmo sendo alunos de uma comunidade carente, eles têm esse sentimento de solidariedade ao próximo”, disse.