voltar

Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)



Centro Estadual de Educação Profissional Marcelo Déda realiza emissão de registro profissional

Por Gabriela Ferreira/ Estagiária
- 03/12/2019 13:15:00
600 acessos imprimir

A Secretaria de Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Centro Estadual de Educação Profissional Marcelo Déda, localizado na cidade de Carmópolis, e com o apoio do Conselho dos Técnicos Industriais, realiza o requerimento de registro profissional na própria unidade para os profissionais da região emitirem a carteira de técnico e de profissional.

 

O registro profissional é um cadastro do Ministério do Trabalho que permite aos profissionais de 14 categorias regulamentadas por leis federais ingressarem no mercado, mostrando que estão aptos e legalmente habilitados a exercer plenamente a profissão.

 

O conselho conta hoje com mais de 30 mil técnicos e técnicas industriais registrados. Com isso, uma das principais atividades a serem executadas a curto prazo é desenvolver e aprimorar o plano de comunicação para poder integrar todos esses profissionais, mantendo a categoria inteirada das últimas decisões e acontecimentos do CRT-03.

 

Segundo Jerusa Magaly Cruz Porcíuncula, diretora da instituição, a demanda para o serviço está crescendo. "Com a criação do conselho os técnicos têm se sentido mais valorizados e mais motivados para conhecerem suas atribuições profissionais" afirma.

 

O requerimento de registro deve ser instruído com os documentos a seguir:

- Diploma ou certificado, registrado pelo órgão competente do Sistema de Ensino ou revalidado por instituição brasileira de ensino, conforme o caso;

- Histórico Nível Técnico com a indicação das cargas horárias das disciplinas cursadas;

- Carteira de identidade ou cédula de identidade de estrangeiro com indicação de permanência no país, expedida na forma da lei;

- Cadastro de Pessoa Física - CPF;

- Título de eleitor, quando brasileiro;

- Prova de quitação com a Justiça Eleitoral (comprovante de votação), quando brasileiro; e

- Prova de quitação com o Serviço Militar (reservista), quando brasileiro;

- Comprovante de residência; - Documento indicando a duração do período letivo ministrado pela instituição de ensino, quando diplomado no exterior;

- Conteúdo programático das disciplinas cursadas, quando diplomado no exterior.